Conversando com Dona Clemência, em Porto Ferreira






Dona Clemencia, mineira de Almenara - Minas Gerais. Almenara, palavra do árabe que significa "fogaréu que se acende nas mouriscas" ou simplesmente "farol". Interessante denominação para um lugar que servia exatamente como posto de vigilância da rota do ouro.

Dona Clemencia nasceu em julho de 1950, e completará suas sessenta e uma primaveras no jardim da vida, em julho de 2011. Ela e seu companheiro resolveram migrar para Porto Ferreira, e aqui fincaram pé. São 21 anos por aqui nesta cidade que adotei. Gosto muito desta cidade. Apesar de que, tentaram dificultar o meu trabalho.

Em tom de brincadeira disse-me que ouvia dizer lá em sua terra natal, que em Porto Ferreira era uma cidade de muita fartura, cidade com muitas industrias, daí quem sabe conseguira arrumar um bom emprego, e levar uma vida melhor.

Ela disse que o seu trabalho de rotina é sair de casa às 4:30 da manhã, retorna mais ou menos às 12:00, faz seu almoço costumeiro, e depois de almoçar retorna a fazer a mesma jornada, chegando em casa já ao anoitecer, mas sempre com uma boa quantidade de produtos recicláveis. Dias atrás tive um prejuízo, quando cheguei em minha boa parte dos produtos recicláveis foram queimados. Mas não é por isso que vou parar.

O seu companheiro faleceu há dois anos, disse que sente falta dele, mas a vida é assim mesmo, um dia a gente vai também, enquanto não, vamos sobrevivendo do jeito que pode. Perdi um pouco a ilusão da vida, mas não perdi a vontade de trabalhar.

Palavras dela: “Eu ando atoa, mas não sei ficar atoa”, não suporto ficar dentro de casa sem ter o que fazer, daí vou catando tudo o que for possível, com isso não ganho muito, mas sobrevivo dignamente, e colaboro com a limpeza da cidade.

Encerrando a nossa conversa, ele completou dizendo que, gosta de ouvir as musicas cantadas pelo Amado Batista, futebol tanto faz, se a seleção brasileira perde ou ganha, enfim quem ganha dinheiro com futebol são eles, e não vou esquentar a cabeça com futebol.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MINHA BISAVÓ FOI PEGA NO LAÇO?

Obras de Antonio Paim Vieira pertencem ao patrimônio histórico de Porto Ferreira

TRIO UIRAPURU