Matéria prima...O papel!!!



Quanto sobra tempo
Gosto de ler algum livro
Sem nenhum tormento
Vou procurar no meu arquivo.

Fábrica de livros sem mistério
Foi o que achei na prateleira
De leitura simplificada levada a sério
Do autor Pedro Bandeira.

A matéria prima
É o famoso eucalipto
No papel escrevo uma rima
E vou analisando se estou apto.

Eucalipto veio de fora
E nas terras brasileiras
Deu-se bem e vira tora
Plantações se vêem nas beiras.

Quando saímos de são Paulo
Pela rodovia anhanguera
Rumo ao interior nota-se o trabalho
Milhares de eucaliptos nos espera.

A matéria prima vira papel
Que é extraída da madeira
Papel pronto lá vai um cordel
A netinha pediu a mamadeira.

O eucalipto veio do exterior
Serviam como dormentes
Nas estradas de ferro sim senhor
Enfim da Austrália veio sementes.

Os cavacos de madeira
Vão para os digestores
Viram celulose de primeira
Entra elementos transformadores.

Depois de tudo misturado
Vira uma sopa química de cor parda
Coloca cloro e fica clareado
Após a massa ser lavada.

A massa de celulose
Vira uma bobina enorme
Na calandra vem uma dose
Gramatura tem nome.

Coloca-se  a bobina  no cilindro
Da impressora automática
Que vai imprimindo
E no corte usamos matemática.

Formatos de impressão
1/8 – 1/16/ - 1/32  - 1/64
Frente e verso numa união
Seqüenciais numeradas por dois.

Livros prontos
Vai para as livrarias
Escolas sem confrontos
E o papa vai escrevendo suas homilias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MINHA BISAVÓ FOI PEGA NO LAÇO?

TRIO UIRAPURU

UM GALO AMARRADO PELO PÉ!!!