Reino da maracutaia



Diante da atual situação em que se vive em Porto Ferreira, São Paulo - Capital, enfim em nosso Brasil, resolvi fazer uns versos um tanto aleatórios e deu nisso...

I
Fui pra São Paulo,
Visitar e rever familiares,
Ouvi um estouro que baita estalo,
Vi todo mundo trancafiado nos lares.

II
Ia pegar o buzão,
Cheguei a entrar dentro dele,
Ai apareceu um gurizão,
Apontando arma pra ele.

III
O motorista e o cobrador,
Traumatizado falou,
Desce pessoal com muito temor,
E aí a capital de São Paulo parou.

IV
Morre mais gente aqui,
Do que na guerra do Iraque,
No zoológico até fugiu um sagui,
Pra viver em São Paulo só virando Mandraque.

V
Os menestréis também são expurgados,
Razão de ver que outros não enxergam,
Nessa guerra os jornalistas são exterminados, Três macaquinhos que envergam.

VI
Não é só em São Paulo,
A insegurança é em todo Brasil,
Medo, pânico, horror, disparo,
Bala perdida, quantas mortes mais de mil.

VII
A juventude está sendo mal conduzida,
Obedecem ao comando nos celulares,
Que tens medo e são induzidas,
A praticar crimes e atos tão vulgares.

VIII
Vou pegar o buzão,
Táxi, Subúrbio, Metrô,
Eu acho que não,
Vou vortar pro interiô.

IX
Lá também a coisa tá feia
Tem muita gente boa
Mas tem bandido que nos rodeia,
Ai que saudades que eu tenho da garoa.

X
O mau exemplo vem de cima,
Maracutaia - enganação - corrupção,
Demagogia - besterol - propina,
Assim é nosso Brasil nosso rincão.

XI
O dia D vai chegar,
Sistema meia-meia-meia.
A vassoura irá limpar,
O rabo de palha sem brincadeira.

XII
Ao mestre Raul - Viva,
Nunca quis ser prefeito,
Sociedade Alternativa,
Tem algum perfeito.

XIII
Se eu tivesse muito dinheiro,
Pegaria um avião foguete,
Mudava pro estrangeiro,
Livrar-me-ia da turma que faz joguete.

XIV
Nesta história de atentados,
Tem dedo político? Isso tem!
Estamos todos desorientados,
Só peço a Deus que nos orientem.

XV
Assim como morre o índio em sua taba,
O mendigo maltrapilho na calçada,
Crianças esfomeadas,
E a fé no peito das almas escravizadas.
Que Deus nos livre do mau amém...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MINHA BISAVÓ FOI PEGA NO LAÇO?

TRIO UIRAPURU

UM GALO AMARRADO PELO PÉ!!!