CASTRANDO UM LEITÃO PARA O NATAL



Nos anos 60 mudamos para o bairro Jardim Botucatu- bairro em formação, e quase todos os proprietários de terrenos tinham lá no fundo do quintal um ou mais leitões para engordar, eis que meu pai não fugiu a regra, resolveu criar um também.

Chegou a hora de castrar o pobre leitão, e foram chamar o “Zé Carioca”, que era um mineiro especializado em castrar leitões, enfim ele veio de Minas Gerais, cidade de Teixeira.

Resumindo cortou os testículos do pobre leitão, depois costurou... Alguns meses depois o leitão cresceu de tamanho mas não engordava de jeito nenhum, e acabou morrendo...  O que aconteceu com o leitão foi que faltou um procedimento peculiar, o “Zé Carioca” castrador não fez massagem no pênis, daí a esperma e o sangue coagularam entupindo o sistema urinário.

Essa história eu lembrei após os enfermeiros retirarem de mim uma sonda que estava no meu pênis, enfim passei por uma cirurgia no rim direito, que desta vez foram sacadas todas as malditas pedrinhas, digo, cálculos renais.

Aconteceu um fato lamentável, que sofri muito. Estava no hospital, com soro no braço esquerdo, sonda no pênis e um dreno no rim direito. Observei que a bolsa não entrava a urina, afinal já tinha consumido 2 litros de soro. A drenagem do rim sim, tudo certo...

Resumindo comecei a sentir fortes dores na bexiga, sentia vontade de soltar gases lacrimogênios, ao mesmo tempo vontade de evacuar e de urinar. Mas, com toda a pressão que sentia nada acontecia. A questão só foi resolvida lá pelas 24:00 horas, quando diante do meu sofrimento, que suava muito, urrava de dores, parecia que eu ia explodir. Ligaram para o médico explicando o que estava acontecendo,  e a primeira ação dos enfermeiros foi retirar a sonda, daí tudo fluiu normalmente. Sangue coagulado na saída da sonda entupia a passagem da urina, saltou pra fora.  Ufa que alívio...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MINHA BISAVÓ FOI PEGA NO LAÇO?

TRIO UIRAPURU

UM GALO AMARRADO PELO PÉ!!!