Não era chá de erva cidreira. Era chá de citronela


Dentre tantas histórias do "Zeca Bem" que ele me contava, lembrei de mais uma. Dizia ele que, em razão da facilidade de viajar de trem, isto de Porto Ferreira a São Paulo, sempre aparecia uns parentes, logicamente meus parentes também em sua residência, tempos em que residia na Vila Carioca.
Era prático viajar, embarcava no trem na estação da Paulista, em Porto Ferreira, "no sacolejo do comboio soava café com pão, manteiga não...", horas depois chegavam na Estação da Luz, em seguida embarcavam no trem subúrbio, novamente ecoava no ar "café com pão, manteiga não...", rapidinho já estavam na estação Vemag, e dali até a Rua Albino de Moraes eram poucos quarteirões.
Era uma alegria quando isso acontecia, enfim, é o costume dos caboclos visitarem uns aos outros, ainda mais sendo compadres. Mas os parentes reclamavam da viagem ser cansativa, da água do poço do Zeca Bem ser pesada, diferente da água da biquinha onde eles moravam, dizia que lá a água era mais leve, enfim, nesta época não tinha água encanada na Vila Carioca.
Depois de uma boa conversa entre todos, finalmente todos tinham que dormir, mas nada de dormirem. O Zeca Bem sugeriu que tomassem um chá de erva cidreira, aceitaram e lá foi o Zeca Bem pegar um punhado. Mesmo morando na capital tinha lá no seu quintal uma porção plantas.
A avó Julia abriu a velha cristaleira, apanhou uma vasilha pra fazer o chá no fogão de lenha, que na verdade usava pó-de-serra, em minutos já estava prontinho o chá milagroso que faz dormir. Os visitantes beberam o famoso chá e foram para os seus aposentos que a avó tinha preparado.
A noite logo passou, amanhece o dia, os caboclos levantam cedo, aconteceu que uns levantaram pra tomar o cafezinho, outros não, o que será que aconteceu, perguntou o Zeca Bem para a avó Julia. Isso acontece, viajar é gostoso, mas também cansa.
O compadre Néco Tangerino disse que o chá tinha um sabor diferente de erva cidreira, e perguntou para o Zeca Bem onde é que está o pé de erva cidreira. Zeca Bem foi lá no quintal e mostrou de onde tinha apanhado. Néco Tangerino viu o tal pé e disse, você se enganou, isso aqui não é pé de erva cidreira, é citronela. Citronela, disse o Zeca Bem! Agora está explicada a razão dos outros não acordarem, "citronela" é um poderoso calmante, é considerado como sendo um sonífero, e pela dose que eles tomaram só vão acordar na hora do almoço. De fato, compadre Néco, mas ambas se parecem, pegou a planta enganada, desculpe-me.
Eu não sabia nada a respeito da planta "citronela", achei o nome curioso e resolvi pesquisar na web, e segundo informações esta planta é também um repelente contra pernilongos e outras coisas mais. Quem sabe se fosse plantado em volta de todas as cidades brasileiras, o pernilongo/mosquito da dengue não incomodaria ninguém. Taí uma sugestão, fazer um cinturão verde desta planta pelo Brasil.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MINHA BISAVÓ FOI PEGA NO LAÇO?

Obras de Antonio Paim Vieira pertencem ao patrimônio histórico de Porto Ferreira

TRIO UIRAPURU