S.O.S. Botijão de gás explodiu...




Em 1963, eu trabalhei por certo tempo numa metalúrgica, indústria esta estabelecida na Av. Carioca, especializada na produção de extintores contra incêndio, Extimbras. Era uma loucura a movimentação de funcionários, cada um na sua função. Muitos maçaricos em funcionamento, sendo que pela primeira vez que presenciei pegar fogo na mangueira de um maçarico.
Pânico geral, quase todos os funcionários procuravam abrigo, se esconder de uma possível explosão, mas o fato foi que nós fomos para o almoxarifado, local que tinha vários produtos inflamáveis estocados para fins industriais. Apreensivos, só esperando a explosão. Caso viesse a explodir nós também iríamos para os ares.
Nós moradores do bairro já vivia traumatizado por ocasião do incêndio na “Oxigênio do Brasil”, Av. Presidente Wilson, agora seria um novo incêndio? Por nossa sorte um dos chefes da oficina, fez ao contrario, se deslocou rapidamente para o local onde estava o tubo de oxigênio e acetileno, num gesto só fechou o registro. Na época não existia CIPA, pessoal especializado na área de segurança interna.
O que me fez lembrar disso foi a noticia veiculada na mídia, dia 11 de maio do corrente ano explodiu um botijão de gás e causou uma tragédia. Em minha opinião se faz necessário uma campanha de alerta para todos os consumidores, explicar como proceder quando acontece um vazamento no botijão de gás.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MINHA BISAVÓ FOI PEGA NO LAÇO?

Obras de Antonio Paim Vieira pertencem ao patrimônio histórico de Porto Ferreira

TRIO UIRAPURU