MINHA BISAVÓ FOI PEGA NO LAÇO?

avó paterna

bisavós maternos

Nos tempos da tenra idade, isso por volta de 1950, muitas vezes ouvia conversas de adultos, e alguém falou: “minha bisavó foi pega no laço”.

O assunto que falavam não era sobre rodeio ou qualquer coisa parecida, falavam de seres humanos, conversa sobre mulheres indígenas e afras descendentes.

Na época em que os portugueses descobriram terras desconhecidas, incluindo o Brasil as damas enclausuradas nos castelos jamais se aventurariam a embarcar numa empreitada desta natureza, daí só restariam às mulheres indígenas e afras descendentes para se procriarem, e constituir novas famílias. Calculando na média de 30 anos por geração, chegaríamos mais ou menos em 1830, idade da minha bisavó. No meu caso, minha bisavó paterna nasceu em 1854.

“As três raças básicas formadoras da população brasileira são o negro, o europeu e o índio, consequentemente a miscigenação no Brasil deu origem a três tipos fundamentais de mestiço: Caboclo=branco+índio; Mulato=negro+branco; Cafuzo = índio + negro”.

Quando falamos dos brancos, são povos europeus, boa parte de origem portuguesa, já vieram também miscigenados de: lusitanos; romanos; árabes e outros mais... Olhando uma foto de minha avó paterna, estou quase acreditando que ela era descendente de índios, isso pelas características faciais.

Comentários

  1. Minha mãe me conta que a bisavó ou tataravó dela (não sei exatamente) foi pega no laço, gostaria muiito de me aprofundar no assunto, mas é difícil encontrar algo... Amei seu post.
    Att, Ju

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Obras de Antonio Paim Vieira pertencem ao patrimônio histórico de Porto Ferreira

TRIO UIRAPURU