UM GALO AMARRADO PELO PÉ!!!



Depois de alguns anos sem saber noticias do tio Leonildo, resolvi fazer uma visita, época em que morava na Rua Lício de Miranda, Vila Carioca – Ipiranga – SP.Tinham neste terreno algumas casas de alvenaria, todas alugadas.
Bati palmas no portão, que logo fui abrindo, enfim o velho portão de madeira, era só abrir o trinco e adentrar no quintal, e ir até os fundos onde morava o meu tio.
No meio do quintal, ao lado do muro tinha lá uma casinha de cachorro, e pra minha surpresa, cachorro não tinha, e ao passar em frente vi que tinha um galo amarrado? Um galo índio amarrado que nem cachorro, com uma longa cordinha numa das pernas?
Achei esquisito ver o galo nesta situação, mas fui entrando. Eis que o galo vem pra cima de mim, propriamente em direção do meu pé esquerdo, e lascou uma bicada bem no meio, que furou o meu sapato, revidei dando-lhe um pontapé bem no meio do seu corpo que foi arremessado ao muro.
O galo enfureceu e veio de novo, com o mesmo objetivo bicar meu pé, desta vez sai correndo dali, e o galo não me alcançou.
E deste fato acabei compondo uma letra de musica, que na minha dedução, achei que ele precisava de umas parceiras para se acalmar.


O GALO GARANHÃO
Arrasta-pé

E o galo foi pra lá,
E o galo vem pra cá,
E a galinha começou cocoricar.
E trepa aqui, trepa ali, trepa lá,
Vai trepando no poleiro,
Até o dia clarear.
E a galinha começou cocoricar,
Cocoricar, cocoricar, cocoricar.
E os pintinhos começaram a aumentar,
Aumentar, aumentar, aumentar.
E a galinha não quer mais saber não,
Não, não quer saber do galo garanhão.
Um pinto aqui,
Um pinto ali,
Um pinto lá,
E a galinha que não para de cocoricar.


Comentários

  1. Gostei do blog heim muita coisas engraçadas valeu.
    Aguardo visitas em:http://qsldobrasil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei do blog heim muita coisas engraçadas valeu.
    Aguardo visitas em:http://qsldobrasil.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MINHA BISAVÓ FOI PEGA NO LAÇO?

Obras de Antonio Paim Vieira pertencem ao patrimônio histórico de Porto Ferreira

TRIO UIRAPURU